Blog Tecwi

Brasil e Peru firmam acordo para integração de redes de telecomunicações

Brasil e Peru firmam acordo para integração de redes de telecomunicações

O acordo entre Brasil e Peru para implantação de um “projeto piloto” de integração das redes de telecomunicação da região de fronteira entre os dois países foi publicado nesta sexta-feira, dia 16/06, no Diário Oficial da União, Decreto Legislativo nº87 de 2017. O acordo garante que as chamadas telefônicas entre as cidades de fronteira dos dois países sejam cobradas como ligações locais. O objetivo é minimizar o custo das ligações para os consumidores.

O “projeto piloto” será implantado nas cidades de Assis Brasil, do lado brasileiro, e de Iñapari e Iberia, do lado peruano. O acordo busca a integração da oferta de serviços de telecomunicações, permitindo a livre circulação de informação, com confiabilidade, segurança, baixo custo e velocidade na comunicação de dados.

Um aspecto relevante do acordo é a evitar o chamado “roaming inadvertido” (quando é cobrado o roaming internacional por conta da proximidade das antenas, mas efetivamente o usuário não saiu de sua cidade) o que, além dos custos, pode também causar interferências prejudiciais à qualidade do serviço.

Os dois países pretendem com o acordo impulsionar os programas que requerem tratamento integrado para atender as necessidades de populações vulneráveis; promover o desenvolvimento das zonas fronteiriças de Brasil e Peru; desenvolver a infraestrutura de integração física e conectividade, incluindo as telecomunicações e o roaming fronteiriço, promovendo empreendimentos públicos e privados e impulsionar o desenvolvimento das telecomunicações na fronteira brasileiro-peruana.

Há previsão de expansão do modelo para outras regiões fronteiriças e demais países da América do Sul com base nos resultados do “projeto piloto”. Já existem negociações para o estabelecimento de acordos parecidos com a Argentina, Uruguai e Paraguai. Está em negociação, ainda, o estabelecimento de acordo entre o Mercosul e a União Europeia que trata, entre outros assuntos, também da redução dos custos de roaming.

Os ministérios das Comunicações dos dois países e as agências reguladoras – Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e Organismo Supervisor de Inversión Privada em Telecomunicaciones (Osiptel) ficarão responsáveis pela supervisão do acordo. Será criado um Comitê de Coordenação Técnica que vai definir os protocolos técnicos da integração.

Fonte: ANATEL

SEABORN TERMINA INSTALAÇÃO DE CABO SUBMARINO QUE LIGA BRASIL A ESTADOS UNIDOS

SEABORN TERMINA INSTALAÇÃO DE CABO SUBMARINO QUE LIGA BRASIL A ESTADOS UNIDOS

Foram colocados 10,8 mil quilômetros do cabo Seabras-1 no leito do Atlântico, um projeto de US$ 500 milhões.

A Seaborn Networks terminou de implantar no leito do Oceano Atlântico os 10,8 mil km do cabo submarino Seabras-1, que liga Brasil a Estados Unidos. A empresa puxou a terminação brasileira do cabo em Praia Grande (SP). De lá, o cabo será conectado a um backbone que o interconectará a data centers na região metropolitana de São Paulo.

Serão puxados também ramais para Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ) e Las Toninas (Argentina), ao Sul. A Norte, ramais chegam em diversas cidades dos EUA e do Canadá. O investimento da empresa na construção do cabo é de US$ 500 milhões.

A previsão da empresa é que o equipamento comece a operar no segundo semestre deste ano. Ao longo de sua extensão, o cabo tem 125 repetidores de sinal. Ele terá seis pares de fibra e capacidade inicial de transporte de 72 Tbps. A construção ficou a cargo da Alcatel-Lucent Submarine Networks.

Polícia apreende equipamentos furtados avaliados em mais de R$ 1 milhão

Polícia apreende equipamentos furtados avaliados em mais de R$ 1 milhão

Policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados apreenderam, na tarde desta terça-feira, numa casa em Curicica, na Zona Oeste do Rio, equipamentos de empresas de telefonia furtados avaliados em mais de R$ 1 milhão.

Os equipamentos estavam numa casa em Curicica
Os equipamentos estavam numa casa em Curicica Foto: Divulgação

No local, foi presa em flagrante Gilda Marta de Matos, de 64 anos. Ela está sendo autuada por receptação qualificada. Segundo informações da DDSD, a suspeita já tem passagens pela polícia pelos crimes de estelionato, receptação e apropriação indébita.

Uma mulher foi presa e autuada por receptação qualificada
Uma mulher foi presa e autuada por receptação qualificada Foto: Divulgação
Parte dos equipamentos apreendidos pela DDSD
Parte dos equipamentos apreendidos pela DDSD Foto: Divulgação
Os equipamentos apreendidos foram furtados
Os equipamentos apre

Fonte: http://extra.globo.com

SP TERÁ NOVO BACKBONE LIGANDO 100 CIDADES

SP TERÁ NOVO BACKBONE LIGANDO 100 CIDADES

Iniciativa é resultado de parceria entre Agora Telecom, Hostfiber e Huawei

Um novo backbone óptico será construído no estado de São Paulo este ano, conectando 100 cidades. Mas não se trata de obra pública, e sim de iniciativa conjunta, de Agora Telecom, Hostfiber e Huawei.

A topologia do backbone é baseada em MPLS e foi projetada para operação de circuitos IP de alta capacidade em 10Gbps e 40Gbps. O desenvolvimento da solução aconteceu na China, com apoio das equipes de Engenharia e suporte local da AGORA Telecom e Hostfiber.

A AGORA Telecom fará a logística internacional e apoio na integração e suporte técnico de toda a solução.
Já a operação e comercialização de serviços de links de acesso à internet e ponto a ponto serão executados pela Hostfiber.

O primeiro lote de equipamentos do projeto chegou ao Brasil neste mês e a previsão de conclusão total do projeto é Julho de 2017. (Via PontoISP)

Ladrões roubam 2 km de fibra ótica que levaria internet à Campus Party, diz Telebras

Ladrões roubam 2 km de fibra ótica que levaria internet à Campus Party, diz Telebras

Responsável pela infraestrutra da Campus Party 2017, a Telebras foi alvo de um furto de 2 km de fibra ótica, que seriam usados para levar conexão de internet ao Pavilhão de Exposições do Anhembi, onde ocorre a 10ª edição do evento de tecnologia, ciência e cultura nerd.

O prejuízo nem foi tão grande financeiramente, mas no cronograma”, diz José Mendes, diretor da Telebras. Ele estimou as perdas em “coisa de R$ 1 mil”. O furto de cabos, feito na região do Pacaembu, atrasou a instalação de equipamentos de rede e fez, afirmou o executivo, a Telebras ter de trabalhar durante a madrugada. Segundo o executivo, o caso não foi registrado em nenhuma delegacia de polícia.

A organização da Campus Party afirmou que, apesar de ser um evento repleto de equipamentos eletrônicos potentes, os roubos e furtos não são comuns.

Francesco Faruggia, presidente da Fundação Campus Party, afirmou que no “ano passado, foi um só notebook roubado”. “Quando pensamos em fazer a Campus Party, disseram ‘não vai dar certo no Brasil’, e isso não aconteceu.”

O diretor da Campus Party, Tonico Novaes, no entanto, admitiu que a falha havia sido da organização. “Esse notebook que foi roubado foi culpa nossa”, disse ele, ao explicar que o campuseiro teve o notebook roubado do armário do próprio evento. Por isso, a organização pagou um novo aparelho.

Fonte: G1 – Por Helton Simões Gomes, G1

Ataque contra roteadores na Alemanha liga sinal de alerta no Brasil

Ataque contra roteadores na Alemanha liga sinal de alerta no Brasil

Especialista orienta usuários a modificar senhas de acesso, atualizar sistemas e dispositivos, além da camada de proteção na rede Wi-Fi.

 

A fabricante de software antivírus G Data, representada no Brasil pela FirstSecurity, divulgou uma alerta sobre a elevada capacidade de invasão dos criminosos cibernéticos a roteadores domésticos. Recentemente, criminosos conseguiram infectar mais de 900 mil roteadores da operadora Deutsche Telekom, na Alemanha, o que acende um sinal de alerta para os usuários de internet também no Brasil, segundo a empresa.

O especialista da G Data, Tim Berghoff, orienta os usuários brasileiros a adotarem vários cuidados e mecanismos de proteção contra esse tipo de ameaça, para evitar o que aconteceu com os clientes da operadora de telefonia alemã. “Os ataques às vulnerabilidades dos roteadores domésticos e das pequenas empresas são altamente lucrativos para a indústria do crime cibernético”, enfatiza.

Segundo ele, ao conseguir explorar as falhas de segurança desses aparelhos, eles são capazes de realizar todos os tipos de manipulações depois de passar pelo roteador e chegar aos computadores domésticos e das pequenas empresas. “Por exemplo, os invasores podem modificar as configurações de DNS para direcionar o tráfego da Internet para executar um ataque de negação de serviço (DDoS) ou até mesmo interceptar e roubar dados pessoais, bancários e de cartões de crédito dos usuários que se conectam apor meios destes roteadores fragilizados. Também podem coletar chaves de acesso usuário-senha de vários serviços, tais como e-commerce, serviços de e-mail, aplicações online, rede sociais e muitos outros”, explica.

O especialista também ressalta que o “este ataque contra os dispositivos da operadora na Alemanha é apenas a ponta do iceberg e, infelizmente, temos de estar preparados para enfrentar ataques similares no futuro”, pondera. Para que o usuário brasileiro possa aumentar a sua capacidade de proteção contra este tipo de ataque, Berghoff fez uma pequena lista de procedimentos fundamentais que ajudam o usuário a evitar se tornar vítima dos criminosos cibernéticos.

O primeiro item é a atualização permanente. Segundo ele, para proteger o roteador contra o acesso não autorizado é essencial que o equipamento esteja totalmente atualizado. Os aparelhos antigos devem ser trocados, mesmo que funcionem corretamente para permitir acesso à Internet. Em muitos casos, essas atualizações são feitas automaticamente quando o roteador se conecta ao seu provedor de Internet, mas nem sempre isso acontece do modo seguro e correto. É neste caso que o usuário tem que realizar esta atualização a partir do site do fabricante, o que raramente acontece.

Outro ponto são as senhas. É altamente recomendável trocar a senha padrão fornecida pelo fabricante do roteador ou provedor de internet porque os criminosos são especialistas em descobrir estas senhas, diz Berghoff. Depois, é necessário que o usuário também faça troca suas senhas regularmente.

Habilitar apenas dispositivos conhecidos, é outro alerta feito pelo especialista. O usuário deve configurar o roteador para que ele aceite apenas conexões de dispositivos conhecidos: computadores e dispositivos móveis que fazem parte da sua rede doméstica e da pequena empresa. “Com isso, impede-se que estranhos façam uso da sua rede Wi-Fi.”

CORRE RISCO DE ACABAR O ACORDO ENTRE ANATEL E ANEEL PELO PREÇO DO POSTE A R$ 3

CORRE RISCO DE ACABAR O ACORDO ENTRE ANATEL E ANEEL PELO PREÇO DO POSTE A R$ 3

A Anatel criou um grupo de trabalho para encontrar um jeito de disciplinar a instalação dos fios de telecom nos postes das concessionárias da rede elétrica, para preservar o acordo com a Aneel, que estabelece o preço do aluguel do poste a R$ 3,19. Pois as concessionárias de energia reagem a esse preço e o Legislativo já tem projeto de lei para derrubar a norma das agências.

Continue Lendo →